Carregando...
JusBrasil - Política
19 de abril de 2014

Prossegue o curso de berçarista na Educação

Publicado por Prefeitura Municipal de Macaé (extraído pelo JusBrasil) - 4 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Segundo a secretária municipal de Educação e vice-prefeita, Marilena Garcia, o curso conta, em seu corpo docente, com profissionais de pedagogia, enfermagem, nutrição, fisioterapia e de educação artística. “O curso será dividido em cinco módulos que instruem sobre cuidados com alimentação, higiene, brincadeiras, esclarecimentos sobre o Estatuto da Criança, LDB e do Adolescente e até como lidar com distúrbios como o déficit de atenção, estimulação (que é essencial em bebês), psicomotricidade, além de aulas específicas sobre criação de brinquedos utilizando material reciclado”, explicou.

As aulas começaram lotadas, com todas as vagas preenchidas. Para a pedagoga Celícia Maria Barros de Alcântara, uma das professoras do curso, a arte de cuidar de crianças é uma das profissões de maior responsabilidade no mundo. “Toda professora é uma artista, precisa ser criativa para lidar com as crianças, porque elas exigem muito da gente. Estamos trabalhando a segurança e a formação de um ser humano e o que fazemos ali vai repercutir durante toda a vida daquela pessoa”, afirma.

De acordo com a também pedagoga, Vanessa Gonçalves Pinto, por mais que se façam cursos de especialização, a arte de cuidar de criança exige dons específicos e traços de personalidades que são determinantes para que essa pessoa cuide bem de uma criança. “Antes de tudo precisa ter amor, precisa gostar da criança. Claro que toda profissão exige que você goste e ame o que faz, mas, no caso da berçarista, esse amor é ainda mais fundamental”, afirma.

Os primeiros dias de aula estão sendo marcados pelo grande comparecimento das alunas. Muitas já trabalham no ramo e buscam uma maior qualificação profissional. Há também mães que veem no curso uma forma de cuidar melhor dos próprios filhos e até mulheres que trabalham em outras áreas, mas que pretendem mudar de profissão. É o caso de Valéria Cruz da Silva Costa, de 27 anos, que trabalha atualmente como auxiliar de limpeza, mas já teve experiência como babá e pretende voltar a fazer aquilo que mais gosta.

“Sempre faço cursos profissionalizantes que encontro porque quero crescer profissionalmente e acho que temos que estar sempre lutando por algo melhor. Trabalhei cuidando de crianças desde os meus 13 anos e acredito que tenho o dom, a paciência, o amor e o carinho que essa atividade exige e estou fazendo esse curso porque pretendo voltar a trabalhar cuidando de crianças”, conta Valéria, que espera muito do curso. “É verdade que amor e carinho não se ensinam, mas nutrição, noções de enfermagem e primeiros socorros são fundamentais para quem quer ser uma boa babá e é isso que espero aprender aqui”, completa.

Cetep segue formando suas turmas

Nesta quarta-feira o Cetep já formou três turmas de seus cursos profissionalizantes. As turmas de Primeiros Socorros e Assistente de Contabilidade tiveram suas últimas aulas com índice de freqüência e aproveitamento acima dos 80%. Na segunda-feira encerrou-se também o curso de Departamento Pessoal.

Segundo Marilena Garcia a evasão dos cursos está abaixo dos 20%. “Temos aproximadamente 15% de alunos que fazem a inscrição e não aparecem, por serem cursos gratuitos as pessoas às vezes não tratam com a mesma responsabilidade de um curso pago, mas a partir do momento em que inicia-se o curso, a taxa de evasão tem sido muito baixa”, comemora.

Amplie seu estudo

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://pref-macae.jusbrasil.com.br/politica/4660075/prossegue-o-curso-de-bercarista-na-educacao